Literatura ao alcance de todos
Product ID: 1129
Product SKU: 1129
New In stock />
Bíblia Textual + Crítica Textual da Bíblia Hebraica

Bíblia Textual + Crítica Textual da Bíblia Hebraica

ISBN:

Carregando...
 
Simulador de Frete
- Calcular frete

DESCRIÇÃO

BÍBLIA TEXTUAL – LUXO PRETA

Antes de traduzir palavras e frases da Escritura, o intérprete há de se interessar por um problema precedente: Qual é o texto original da passagem bíblica? Que tal pergunta deve ser feita… e respondida! Surge por dois fatos: 1 – Nenhum dos manuscritos originais das Escrituras existe na atualidade; 2 – As cópias existentes diferem umas das outras.

Ao ser escritos em frágil papiro, os originais logo foram destruídos ou perdidos, e cópias manuscritas existentes exibem entre si múltiplas diferenças, chamadas variantes textuais. Desde Jó, seu livro mais antigo (1500 a.C.), até o Apocalipse (90 d.C.), os livros foram escritos em hebraico, aramaico e grego em um período de quase dois milênios.

Eles foram realizados em três continentes: Ásia (Menor), África e Europa, por não menos que 40 autores de diferentes categorias sociais, ofícios e profissões. A maioria não se conheceu entre si, ainda que falaram sobre temas de extraordinária similitude, principalmente acerca das coisas por vir. Quando toda esta diversidade de personalidades, tempo e espaço coincidem de maneira tão exata no cumprimento de suas afirmações, as qualidades que se destacam da Escritura são sua maravilhosa unidade, autoridade e transcendência.

12 boas razões entre 12.000 para ter a Bíblia Textual!

1. INFORMAÇÃO: A BTX informa as mudanças de palavras. Mudança de significado. Alterações da coordenação e subordinação gramatical. Divergências verbais. Omissões. Adições. Interpolações.

2. EXPLICAÇÃO: As emendas ao Texto Hebraico. Se expõem as 22 emendas feitas pelos Soferim no Original Hebraico.

3. PECULIARIDADES: Em passagens particulares, linguisticamente complexas, reflexa a intenção exata do original.

4. FIDELIDADE: Transmite o texto original com fidelidade absoluta, sem compromisso algum, somente com a verdade.

5. EXPRESSA: Compreensivelmente passagens que até o presente traziam perplexidade.

6. TRANSLITERAÇÃO: Nomes e títulos da Deidade (e outros). O nome pessoal de Deus tal como Ele quis ser chamado.

7. SIGNIFICADOS: Dos nomes, lugares, palavras.

8. RELEVÂNCIA: O apego na literalidade do idioma original resulta em uma fidelidade de tradução, que transfere rasgos de valor diferencial no significado estrutural da Versão. É dizer: As versões mais fieis são mais relevantes.

9. EXIBE: Exibe a riqueza da Graça Divina relacionada com a eterna segurança da salvação.

10. CONTEXTO: Porque subordina a tradução ao contexto teológico da passagem bíblica.

11. ARQUEOLOGIA: Um novo enfoque crítico de Qumran.

12. FORMATO: Formato original da Bíblia. Parágrafos. Ordem correta dos versículos.

______________________________________________________________________________________________________________

CRÍTICA TEXTUAL DA BÍBLIA HEBRAICA

Desde a sua publicação inicial em 1992, a obra Crítica Textual da Bíblia Hebraica (Textual Criticism of the Hebrew Biblese no original) estabeleceu como o indispensável texto acadêmico competente e referência sobre o assunto.

Nesta edição, Emanuel Tov incorporou totalmente os insights dos últimos vinte anos intensos de estudos acadêmicos. Neles estão novas perspectivas sobre os textos bíblicos, entre os manuscritos bíblicos do Deserto da Judeia agora publicados.

Aqui o estudante encontrará uma introdução bem organizada para os recursos e prática da crítica textual; o estudioso encontrará uma penetrante discussão programática criteriosa dos seus métodos.

A obra é rica em novas discussões e novos destaques. O resultado é uma apresentação notavelmente lúcida sobre uma disciplina complexa, atrativa e de constante mudança.

 

 

 

Deixe seu comentário e sua avaliação







- Máximo de 512 caracteres.

Clique para Avaliar


  • Avaliação:
Enviar
Faça seu login e comente.